sexta-feira, 22 de março de 2013

Infecção urinaria na gravidez.

Postado por fêrlyvictoria às 18:08
Reações: 

Calcula-se que 30% das mulheres entre os 20 e os 40 anos desenvolvam infecções urinárias em algum momento da sua vida. A parte pior é que muitas delas podem desenvolver episódios recidivantes.
As infecções urinárias resultam da invasão e multiplicação de bactérias na urina e respectiva inflamação da bexiga e/ou nos rins. Podem ser complicadas ou não-complicadas.
O que causa a Infecção Urinária?
A infecção urinária é causada por bactérias que se encontram ao nível do recto, ânus, vulva e vagina e que penetram ascendentemente (através da uretra) no aparelho urinário. Escherichia coli, proteus mirabilis, pseudomonas, enterococus e klebsiella são as bactérias mais frequentes no desenvolvimento deste tipo de infecção.
Apesar da uretra e da bexiga estarem munidas de mecanismos de defesa, existem hábitos e doenças que os prejudicam ou estimulam a agressividade das bactérias.
Entre eles destacam-se a fraca ingestão de líquidos, o esvaziamento vesical incompleto e pouco frequente, doenças que provoquem obstrução urinária e certos tratamentos agressivos com invasão do aparelho urinário ou alteração da flora microbiana periuretral.
Sintomas de quem tem uma Infecção Urinária
Os sintomas de infecção urinária variam de pessoa para pessoa e conforme o tipo de infecção que a afecta.
Se a bexiga for o órgão atingido, a infecção denuncia-se através do desconforto ou peso no baixo ventre, dor e ardor ao urinar, micção mais frequente e em pequenas quantidades, por vezes com dificuldade e urina turva (pode cheirar mal). Raramente há febre.
Se o rim for o órgão atingido, a pessoa tende a sentir dor na região lombar que pode simular cólica e febre elevada.
Na mulher grávida, as infecções urinárias são mais frequentes e muitas vezes, na sua fase inicial, não apresentam sintomas. Podem ter consequências graves para a mãe ou para o feto.
No homem, desconforto na região do baixo ventre, dificuldade e ardor ao urinar e aumento da frequência das micções, com urina turva. Muitas vezes há febre elevada, arrepios e dores no corpo.
Em bebés ou crianças, verificam-se sintomas vagos como falta de apetite, atraso no desenvolvimento, febre baixa e irritabilidade anormal.
Tratamento para Infecção Urinária
Existem dois tipos de tratamento para as infecções urinárias:

Tratamento antimicrobiano (antibiótico): É escolhido em função da bactéria em causa e do historial clínico do doente.
Tratamento urológico: Faz a drenagem e a remoção de factores predisponentes, de manutenção e de agravamento.
Infecção Urinária Tratamento Caseiro 
De acordo com alguns especialistas, nada substitui o tratamento da infecção urinária com antibiótico, pelo que se recomenda uma clara aposta na prevenção.
Eis alguns passos que pode servir de tratamento caseiro para a infeccao urinaria a nível preventivo:
  • Aumente a ingestão de líquidos e de alimentos que contenham água (fruta e vegetais).
  • Urine regularmente ao longo do dia, pois facilita a eliminação das bactérias que possam existir na bexiga e perto do meato urinário.
  • Faça a sua higiene da frente para trás, de forma a evitar que as bactérias sejam deslocadas do ânus para a zona do tracto urinário.
  • Aconselha-se a micção após as relações sexuais, porque facilitará a eliminação de bactérias que possam ter migrado para a bexiga.
  • Alimente-se correctamente. As pessoas cuja mucosa da bexiga é sensível devem evitar o consumo de café, citrinos, bebidas alcoólicas e comidas muito condimentadas.

0 comentários:

Postar um comentário

 

Mamães de luxo Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos